Um retiro pro mundo dos caminhos.

by Lzu.

/
  • Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

     name your price

     

1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.

about

Essa é minha primeira obra; representa o fim de um ciclo de muitas experiências e aprendizados na minha vida. (Decidi postar apenas algumas obras, no momento certo posto o resto.)

-

Um retiro pro mundo dos caminhos -

O nomes dados às coisas são necessários,
mas só pra nos comunicarmos,
fora isso,
só nos aprisiona e faz com que Tudo,
nesse Sempre Inédito, torne-se o mesmo.

"A Vida" não é "essa coisa",
nos demos essa palavra pra rotulá-la
e interagirmos com ela através da linguagem,
mas "essa coisa" não tem conceitos,
acho belo assim.

É como voltar a ser criança,
tô nessa viagem há alguns anos,
e já está na hora de eu começar
a levar mais a sério essas coisas que eu acredito,
confio e fundamentalmente Sei.

Não é preciso muitas palavras:
é respeitar a Presença de tudo o que existe (e ponto).
A princípio isso é ser muito radical.
Leva-se uma vida toda '"praticando",
não existe "quando eu finalmente conseguir",
como se a vida fosse uma estrada que liga o ponto A ao ponto B.

"Quando eu finalmente conseguir",
viver dessa forma é viver no Mundo das Estradas
(é assim que prefiro chamar esse mundo que desde
que quando nascemos impõem-se a nós como dado,
como se ele nunca tivesse sido de outra forma),
viver respeitando a presença de tudo o que existe
é viver totalmente de modo contrário a esse,
é viver no Mundo dos Caminhos.

Mas essa de "caminhos" não tem a ver com "destino",
tem a ver com ouvir, sentir, e experienciar
cada passo dado nesse Caminho,
Um "Caminho" que te convida
a um "dê só uma olhada" a cada passo que você dá
e não tem nada a ver também com
"voltar ao caminho certo", é ver que
nós nunca saímos dele (do "Caminho").

Nisso, já não é mais necessário dá nomes à coisas
(isso pra mim é *honrar a Presença/Vida além da forma e dos conceitos*),
ali, no Caminho, você é humilde com uma criança.

A criança é "não saber"!
Qual é a humildade que a criança contém?
A humildade que a criança contém
é ter nenhuma sabedoria,
é ter nenhum conhecimento.

Nesse estado, o mundo se apresenta
como uma surpresa,
e ela vive num processo de maravilhamento.
Então, ser "criança" é está disponível
ao mundo, está aberto.
Se tornar como uma criança de novo,
ou ter "a humildade da criança", é "não saber".

Quer dizer,
se nós, na nossa 'adultês' conseguirmos entender
que todos os conceitos que estão em nossas mentes
são condicionados e não são verdade em si,
nos libertamos desse modo de viver em "estradas",
voltamos para o "caminho",
e aliás: vemos que *nunca saímos dele* - voltamos a ser criança novamente.

É só Presença no Presente.

Lzu.

credits

released December 6, 2014

-

Cover photo by my sister Suleyma. <3

tags

license

all rights reserved

about

Lzu. Maceió, Brazil

esse é o meu quarto. / welcome to my bedroom.

contact / help

Contact Lzu.

Streaming and
Download help